quarta-feira, junho 16, 2021
Home Investimentos Aposentadoria no Brasil, quando e quanto eu devo contribuir?

Aposentadoria no Brasil, quando e quanto eu devo contribuir?

Você já pensou no quanto e quando devia começar a contribuir com uma previdência privada? Saiba mais aqui!

aposentadoria no brasil
Fonte: Google

No atual cenário pandêmico onde a crise mundial assola todo o território nacional inclusive boa parte do Globo. Pensar num futuro ficou ainda mais complicado e/ou mais próximo da sua realidade. Afinal, a aposentadoria no Brasil suscita uma atenção redobrada dos contribuintes principalmente daqueles assalariados.

Nesse sentido, é importante pensar desde logo no quanto e quando investir em um plano de seguridade social. Logo, mais contundente e coerente é saber quais as condições e é melhor projeção seja por idade ou prazo para efetivar e garantir uma velhice mais tranquila. Sendo assim, para aqueles profissionais autônomos a contribuição se torna algo ainda mais relevante, levando em conta os seus ganhos mensais e a sua projeção de faturamento.

Mas será que neste cenário de crise econômica, baixo faturamento, projeção de retomada da economia, inflação e PIB variantes é importante garante uma contribuição? Pois é, nossa equipe de especialistas criou esse artigo pensando na expectativa e nos reflexos da crise econômica atual.

Nesse rumo, o artigo pautará pela orientação e explicação das regras vigentes quanto a contribuição previdenciária.  Sejam elas instituídas pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, e ou pelos planos de Previdência Privado ofertados no mercado por instituições financeiras. Logo, caro leitor, para ter um conhecimento mais amplo sobre o assunto nos acompanhe nos próximos tópicos e compreenda um pouco mais como efetivar a sua projeção e a sua contribuição previdenciária.

Veja mais a seguir, vamos juntos!

As classes de contribuinte da aposentadoria no Brasil

No Brasil existem 02 (duas) categorias de contribuintes para aposentadoria no Brasil; por exemplo, categorias de contribuintes obrigatório e facultativo. Ambas as categorias gozam dos mesmos direitos quanto ao acesso do benefício da aposentadoria no Brasil.

Portanto, mesmo gozando de direitos iguais, essas categorias têm particularidades nas quais divergem umas das outras. Logo é importante compreender cada uma delas para que você possa, em seguida, determinar ou projetar uma aposentadoria privada, se necessário.

Classe obrigatória de contribuintes na aposentadoria

A classe obrigatória são aqueles indivíduos/contribuintes que são obrigados a efetiva contribuição mensal devido ao seu vínculo, função e atividade exercida, as quais geralmente são feitas por meio de contratos no regime CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas, ou não.

Essa categoria de trabalhadores se divide em cerca de 5 espécies, são elas:

  • Empregado doméstico: o qual desenvolve atividade e exercício da profissão em residência de pessoa física sobre um contrato específico no qual exija o recolhimento mensal de sua contribuição para a seguridade social;
  • Empregado: de forma genérica é todo o trabalhador que exerce sua função de trabalho seja na área urbana ou rural de forma direta, integral e não eventual;
  • Trabalhador rural: esse perfil de contribuinte é aquele trabalhador especial que efetivamente exerce suas atividades profissionais no campo ou na área rural;
  • Trabalhador individual: são trabalhadores de perfil autônomo que exercem sua profissão sem o contrato com outra pessoa; e,
  • Trabalhador avulso: são trabalhadores que exercem suas funções ou atividades na área rural ou urbana com outras empresas, mas sem um vínculo pela CLT.

Já classe de contribuintes facultativos, são aqueles que exercem uma atividade profissional, mas não determina a efetiva contratação ou vínculo trabalhista com empresa ou pessoa, são:

  • MEI: microempreendedor individual é um exemplo desse tipo de contribuinte já que exerce sua profissão de maneira liberal contudo não é obrigado a contribuir já que a sua contribuição pode ser efetivada de maneira integral ou parcial;
  • Empreendedor: aquele que exerce atividade empreendedora também não é obrigado a contribuir mensalmente para a seguridade social, mas caso queira fazer poderá contratar um dos serviços disponibilizados pelo INSS ou por instituição privada;
  • Qualquer pessoa: a exemplo dos profissionais anteriores qualquer pessoa pode escolher um programa de recolhimento da previdência social o último a previdência privada e assim se encaixar na qualidade de contribuinte avulso.

Quando e quanto contribuir para aposentadoria no Brasil?

aposentadoria no brasil
Fonte: Google

Para efetivar o melhor momento na contribuição e criar uma projeção segura para a sua aposentadoria; o melhor momento para se pensar nisso é agora. Já que em média o brasileiro deve contribuir cerca de 30 anos no mínimo para adquirir o direito da aposentadoria oferecida pelo Instituto Nacional de Seguro Social.

Logo, se você deseja contribuir para assegurar seus direitos de recebimento de aposentadoria no Brasil – por meio do INSS, é importante que a sua projeção seja pensada a partir da data final, ou seja; se você imagina se aposentar com 50 anos e hoje tenha em média 20 anos deverá contribuir desde logo.

Por fim, se a sua projeção de aposentadoria for mais acelerada, ou seja, uma contribuição mais rápida e efetiva, opte pela previdência privada. Assim, poderá escolher alguns dos planos de projeção que duram em média de 20 a 30 anos de contribuição. Mas observe os valores para a contribuição mensal. Afinal, serão eles a determinar qual o valor da aposentadoria sugerida ao final – no resgate.

RELATED ARTICLES

Mercado de ações, da criptomoeda as ações internacionais

Confira a performance do mercado de criptomoedas após algumas proibições na China. E a movimentação do Mercado de ações. Leia mais aqui!

Petróleo e renda, valor do produto verso a energia limpa

Após muitos anos de promessas, começa a tomar forma a transição para uma economia que dispare menos dióxido de carbono na atmosfera....

Economia das Startups: o mercado digital no Brasil

O novo modelo de negócio que está atraindo os olhares de grandes empresas: a economia das Startups. Leias mais aqui

Most Popular

Mercado de ações, da criptomoeda as ações internacionais

Confira a performance do mercado de criptomoedas após algumas proibições na China. E a movimentação do Mercado de ações. Leia mais aqui!

Petróleo e renda, valor do produto verso a energia limpa

Após muitos anos de promessas, começa a tomar forma a transição para uma economia que dispare menos dióxido de carbono na atmosfera....

Rescisão de contrato por morte, como funciona?

Entenda como funciona a rescisão do contrato por morte do empregado. Leia mais aqui!

Simples nacional, quais empresas saem da categoria?

Conheça o regime tributário para micro e pequenas empresas: o Simples Nacional. Saiba mais aqui!

Recent Comments